Fechar

Acesso exclusivo

Esqueceu sua senha?

Esqueceu sua senha?

<< Voltar

MARQUE SUA CONSULTA


DERMATOLOGIA

SERVIÇOS

Estética
Ver mais
/Estética

Melasma

O melasma se caracteriza pelo aparecimento de manchas escurecidas na pele, que geralmente surgem no rosto em locais como testa, bochechas e buço. Elas também podem surgir em outras regiões do corpo que são, normalmente, muito expostas à luz solar, como o colo, por exemplo. O aparecimento da disfunção é mais recorrente em mulheres com idade entre 20 e 40 anos, mas não significa que homens também não possam ser afetados.

Alguns fatores podem desencadear a doença, como a intensa exposição solar sem o uso de protetores eficazes; utilização de anticoncepcionais; pré-disposição genética; gravidez; dentre outros fatores.

O melasma ainda não tem cura, mas pode perfeitamente ser controlado com tratamentos adequados e acompanhamento médico. Em casos selecionados, a tecnologia do laser NdYAG 1064 Q-swiched pode ser recomendada para melhorar as manchas.

O uso do ácido tranexâmico também tem sido bastante utilizado e tem gerado resultados bastante positivos. O medicamento é aplicado, através de uma agulha fina, na mancha, na camada intermediária da pele. Ele age bloqueando os estímulos que fazem com que o melanócito produza mais pigmento, logo, protegendo a pele e evitando que novas manchas apareçam ou que as já existentes, escureçam. Quando associado ao tratamento oral, os resultados ainda são potencializados. 

Outros procedimentos como os lasers fracionados e a luz pulsada são contraindicados, uma vez que agridem o melanócito e podem piorar o melasma. Há outras modalidades de intervenções, mas todas devem ser avaliadas com um médico especialista

Tipos de Melasma

Há três tipos de melasma: o epidérmico, quando há um depósito excessivo de pigmento na epiderme (camada superficial da pele); o dérmico, que se caracteriza pelo acúmulo da melanina na derme; e o misto, que causa o depósito de pigmento na epiderme e também na derme.

É muito importante não se esquecer dos cuidados gerais com a pele, seja no quesito prevenção ou para não piorar o quadro da discromia (alteração de pigmentação). O uso de chapéus e bonés é importante, por serem barreiras físicas contra os raios solares. O uso dos filtros solares é indispensável.

/comentários