Fechar

Acesso exclusivo

Esqueceu sua senha?

Esqueceu sua senha?

<< Voltar

MARQUE SUA CONSULTA


BLOG

NOVIDADES, DICAS E CONTEÚDOS

Medicamentos associados ao laser fracionado contra alopecia androgenética

A calvície é um problema que afeta homens e mulheres, e a alopecia androgenética ainda é a maior causa desse problema em todo o mundo. O problema acontece quando o organismo produz a testosterona em uma versão mais “forte”, chamada de di-hidrotestosterona, e o hormônio causa um afinamento dos folículos capilares.

Isso causa o afinamento progressivo do cabelo, até que o folículo fica completamente obstruído e o fio para de nascer. A doença é hereditária e causa a rarefação dos cabelos, o que pode afetar bastante a autoestima de homens e mulheres.

Laser fracionado no tratamento da calvície

É possível controlar e amenizar o quadro de calvície com várias técnicas, e uma das mais comuns é o uso do laser fracionado. O laser muda o ciclo de crescimento do pelo, fazendo com que os fios voltem à fase de crescimento. Contudo, para um resultado ainda mais positivo, é possível aliar esse procedimento ao drug delivery.

Técnicas não ablativas, como é o caso do laser fracionado (Erbiumglass), provocam microlesões na superfície da pele para estimular a produção de colágeno local. Essas microlesões deixam um “canal” aberto que permite que substâncias sejam inseridas em camadas mais profundas da pele. O drug delivery garante que ativos – comominoxidil, finasterida, fatores de crescimento, entre outros – sejam introduzidos, o que garante uma “turbinada” no bulbo capilar  e um aumento no crescimento dos fios.

Para saber qual o melhor tratamento para o seu caso de calvície, procure um especialista. Ele saberá te orientar para que, juntos, vocês consigam determinar qual o procedimento mais indicado para você!

/comentários

Dr. Bruno Vargas
Categorias Instagram